Chaparro Agrícola e Industrial, S.L.
Informação profissional para a agricultura portuguesa
Aprender fazendo

Universidade de Évora forma 18 agricultores e técnicos em agricultura de precisão

09/07/2024
A 3.ª edição do Curso Prático em Agricultura de Precisão, organizado pela Universidade de Évora (UE), em parceria com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), a AgroInsider e a Universidade do Algarve (UAlg), formou 18 agricultores e técnicos.
Imagen

A 3.ª edição do Curso Prático em Agricultura de Precisão, que se realizou no âmbito do projeto PEGADA 4.0, financiado pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), decorreu em maio em Évora, sob a organização da Universidade de Évora e da Universidade do Algarve (através de investigadores do Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento (MED), do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) e da AgroInsider. Esta formação que compreendeu componentes teóricas, mas sobretudo práticas, teve lugar na Herdade da Mitra da Universidade de Évora, e na Quinta das Glicínias do IEFP.

Durante cinco dias intensivos, os 18 formandos puderam consolidar e aprofundar conhecimentos em matéria das relações solo-água-planta na agricultura, e aplicação de tecnologias como sensores, drones, satélites, sistemas DGPS, tecnologia VRT, condução automática de tratores e ISOBUS.

Todos estes recursos puderam ser experimentados em campo, possível devido ao investimento da UE e do IEFP na aquisição de tratores, alfaias e equipamentos, preparando-se para o futuro da agricultura de precisão.

Os organizadores destacam que o número reduzido do grupo formandos é um dos pontos fortes deste curso, sendo possível “garantir que todos os formandos ponham em prática as técnicas ensinadas e experimentem os equipamentos disponíveis, sendo possível uma atenção personalizada”. O formato, pequeno e intensivo, maximiza a aprendizagem prática e a interação entre professores e alunos.

A organização destaca a crescente procura desta ação de formação, assinalando a necessidade de mais formação no setor agrícola, especialmente em cursos práticos que enfatizam o “saber fazer” e possibilitam a atualização de técnicos agrícolas.

Cerca de 70% dos formandos desta edição possuem formação base na área das ciências agrárias e os restantes distribuíram-se por áreas tão diversificadas como as ciências naturais, humanas e sociais. Alguns dos formandos são técnicos de associações de desenvolvimento local, situadas em zonas do interior do país, e com uma grande relação ao meio rural.

“A formação prática é crucial para que os agricultores possam adotar novas tecnologias e melhorar as suas práticas, para tornar as explorações agrícolas mais resilientes e eficientes no uso dos recursos. Este curso é uma resposta direta à necessidade de mais capacitação no campo da agricultura de precisão”, destaca José Rafael Marques da Silva, coordenador do projeto PEGADA 4.0, investigador do MED e professor no Departamento de Engenharia Rural da Universidade de Évora.

A próxima edição do curso já está a ser planeada e deverá decorrer em meados de 2025.

REVISTAS

Exployo Vit

NEWSLETTERS

  • Newsletter Agriterra

    17/07/2024

  • Newsletter Agriterra

    10/07/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

agriterra.pt

Agriterra - Informação profissional para a agricultura portuguesa

Estatuto Editorial