Chaparro Agrícola e Industrial, S.L.
Informação profissional para a agricultura portuguesa

CAP defende criação de uma rede nacional de água

03/04/2024
A Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) defende a concretização de investimentos nas obras de regadio e em infraestruturas para armazenar e distribuir água, constituindo uma Rede Nacional de Água, que tem que ser prioritária.
Imagen

A CAP defende que o investimento na gestão eficiente de recursos hídricos tem de ser prioritário. No atual contexto de secas recorrentes e de ausência de uma estratégia nacional para lidar com a escassez deste recurso, a confederação reforça, no seu site que "sem Água não há Alimentos".

A CAP apela à criação de uma rede nacional de água no Dia Mundial da Água, uma data que se “reveste de particular importância para os agricultores e para a CAP no atual contexto de secas recorrentes que temos vindo a atravessar e de ausência de uma estratégia nacional para lidar com a escassez deste recurso, essencial à produção de alimentos e à própria vida”.

O setor agrícola tem vindo a modernizar-se nas diversas dimensões da produção, investindo fortemente na aplicação de novas tecnologias e sistemas de regadio precisos e altamente eficientes, e generalizando a aplicação da rega gota-a-gota, explica a confederação.

Alterações climáticas galopantes justificam necessidade de medidas

Numa altura em que os efeitos das alterações climáticas se manifestam de forma cada vez mais galopante e violenta, os agricultores têm assumido o seu papel de protetores da natureza, investindo de forma empenhada para que a sua ação, no terreno, não só tenha o menor impacto ao nível dos recursos utilizados, como promova também a maior resiliência do território.

Para a CAP é crítica a concretização de investimentos nas obras públicas de regadio, promovendo a sua recuperação e modernização, e reduzindo ao mínimo as perdas que atualmente se verificam nestas infraestruturas públicas.

Além disso, acrescenta a organização, é absolutamente necessário realizar investimentos em infraestruturas de armazenamento e distribuição de água em todo o País, constituindo uma Rede Nacional da Água.

Esta é uma questão estratégica para Portugal e para a atividade económica de uma forma geral, fundamental para todos os cidadãos, tal como é para os agricultores, para a produção de alimentos e para a sustentabilidade e coesão do território. A urgência na abordagem deste problema é máxima e este é o momento e o dia para nos manifestarmos em defesa de ações que nos permitam assegurar o acesso à água em quantidade e qualidade em todo o país.

REVISTAS

Evolya

NEWSLETTERS

  • Newsletter Agriterra

    22/05/2024

  • Newsletter Agriterra

    15/05/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

agriterra.pt

Agriterra - Informação profissional para a agricultura portuguesa

Estatuto Editorial