Mineral: o projeto da Google que cria a agricultura computacional

Redação Agriterra15/10/2020

Projeto 'Mineral' criou um robot capaz de analisar individualmente cada planta de um campo cultivado. Iniciativa é da divisão X da empresa-mãe da Google, a Alphabet.

foto

O projeto tem como objetivo criar o que a X define como “agricultura computacional”. Este objetivo levou a equipa responsável a passar os últimos anos a “desenvolver e a testar uma variedade de protótipos de software e hardware baseada em avanços em Inteligência Artificial, simulação, sensores e robótica.

O 'Mineral' tem atualmente a forma de um pequeno robot alimentado por energia solar, o qual é capaz de passar por um campo cultivado e de examinar cada uma das plantas para providenciar dados de grande utilidade para os agricultores.

A ideia passa por tornar a agricultura mais produtiva e sustentável.

“Para alimentar a cada vez maior população global, a agricultura terá de produzir mais comida nos próximos 50 anos do que nos 10 mil anteriores - numa altura em que as alterações climáticas estão a tornar as nossas culturas menos produtivas”, apontou a equipa no site.

“Juntos, abraçaremos a complexidade e diversidade da natureza para construir um sistema de produção alimentar mais sustentável e resiliente”, adiantam. 

Agriterra FacebookAgriterra TwitterAgriterra Feria VirtualSyngenta: confíe a sua cultura à experiència da marca líder no OlivalNutriprado: nutriçao animal como bem essencial20 Years Jaba traduçao técnica especializada 4.0

Subscrever a nossa Newsletter

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

agriterra.pt

Agriterra - Informação para o agricultor de Portugal

Estatuto Editorial