Filsa: controladores de nivel para sólidos y líquidos
Informação profissional para a agricultura portuguesa

PestNu promove workshops em Espanha e na Grécia

22/06/2022

No âmbito do projeto ‘H2020 PestNu’, um projeto europeu que visa revolucionar as tecnologias da informação e comunicação e as práticas de agricultura biológica para redução da dependência de pesticidas perigosos, serão realizados dois workshops: em Múrcia, Espanha, a 23 de junho, e na Grécia, a 7 de julho.

foto

Os parceiros espanhóis do consórcio PestNu são a Tilamur, CDTA, Fertinagro e Neoalgae, sendo que do programa consta uma visita às instalações de aquaponia da Tilamur, parceiro de demonstração das inovações que o PestNu trará num contexto de Economia Circular, redução da perda de nutrientes e da dependência de fertilizantes e pesticidas sintéticos.

Conheça o programa e faça a sua inscrição aqui.

O evento da Grécia, a ter lugar a 7 de julho, em Tessalónica, é promovido pelo CERTH, líder do consórcio PestNu.

Este evento tem como principal objetivo promover o clustering com outros projetos que têm objetivos e áreas de atuação em comum com o PestNu e decorrerá em formato híbrido.

Todas as organizações, instituições, empresas e outros stakeholders que possam ter interesse nesta iniciativa são convidados a participar em formato virtual.

Saiba mais aqui.

Em Portugal, a Apemeta e a AgroInsider são os parceiros portugueses do consórcio do projeto PestNu e têm desenvolvido várias iniciativas nesse âmbito.

Ao longo de 36 meses (2021-2024) o consórcio PestNu procurará implementar, melhorar, testar em campo e demonstrar novas tecnologias digitais e espaciais de ponta (por exemplo, robôs, sensores, sistemas de Observação da Terra das condições das colheitas, etc.) combinadas com práticas agroecológicas e orgânicas (por exemplo, sistemas de reciclagem automáticos de águas residuais agrícolas, biofertilizantes, biopesticidas, etc.) em novos sistemas de produção de alimentos em economia circular, como aquaponia e sistemas de horticultura circular como estufas hidropónicas fechadas/semifechadas e em cultivo de vegetais em campo aberto, sob diferentes condições, solos e culturas.

Com uma lógica multi-atores a multi-setorial, o Projeto prevê o envolvimento dos vários operadores da Cadeia do Prado ao Prato quer seja pela recolha das suas opiniões, preparação de atividades e iniciativas direcionadas, desenvolvimento de uma plataforma digital de agro-advisory, entre outros.

Projeto reúne 20 parceiros de nove países europeus estando Portugal representado pela APEMETA e a Agroinsider. A coordenação está a cargo do CERTH (Grécia). A duração do projeto é de três anos (01/10/2021 – 30/09/2024).

SFCOLAB - Laboratório Colaborativo para a Inovação Digital na AgriculturaSyngenta Crop Protection, Lda.Chaparro Agrícola e Industrial, S.L.Agrogarante - Sociedade de Garantia Mútua, S.A.

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

agriterra.pt

Agriterra - Informação profissional para a agricultura portuguesa

Estatuto Editorial