Em Elvas

Olival: energia solar, agricultura e história de mãos dadas na fronteira entre Portugal e Espanha

30/06/2020

Foi colocado em funcionamento, pela Socalor, um sistema de bombagem solar isolado com material fornecido pela Krannich Solar, para regar os olivais em Elvas, no distrito de Portalegre.

foto
O sudoeste de Portugal é conhecido pelos seus extensos olivais.

A energia fotovoltaica e a agricultura costumam formar um par frutífero e duradouro, em qualquer lugar do mundo. No entanto, isto é particularmente verdade se a união se materializa em zonas como a do distrito português de Portalegre, onde a irradiação solar anual se aproxima dos 2100 kWh/m2.

A empresa instaladora Socalor colocou em funcionamento um sistema de bombagem solar na localidade de Elvas para, com a água de uma balsa abastecida pelo rio Guadiana, regar os olivais.

Esta instalação fotovoltaica conta com uma potência de 26,4 kWp e uma produção anual estimada de 42 454 kWh.

Na construção deste projeto, que ocupa uma superfície de 160 m2, estiveram envolvidos seis postos de trabalho e foram investidos mais de 20.000 euros.

A distribuidora de material fotovoltaico, Krannich Solar, foi a empresa responsável pelo fornecimento dos oitenta painéis solares policristalinos da marca Suntech, do variador Invertek para bombagem solar e da estrutura sobre solo da Sunfer.

“Para nós, é sempre um desafio apaixonante trabalhar com a Socalor, uma instaladora com uma equipa magnífica e que aposta em equipamentos de primeira qualidade para os seus sistemas fotovoltaicos”, comentou Paulo Luz, delegado comercial da Krannich Solar Portugal.

O sudoeste de Portugal é sobejamente conhecido pelos seus extensos olivais, que constituem uma paisagem rural digna de visita. Além do mais, na localidade de Elvas, muito próximo da qual se localiza esta instalação, encontramos um tesouro único.

Este município, com quase vinte e um mil habitantes, alberga a maior coleção de fortificações abaluartadas do mundo, que foram declaradas Património da Humanidade pela UNESCO, em 2012, como também o é todo o seu centro histórico. Aqui podemos visitar, entre outras maravilhas, o aqueduto de quatro andares de arcadas de Amoreira, a imponente fortaleza de Nossa Senhora da Graça ou o castelo do século XIII.

Mas Elvas não é conhecida apenas pela sua arquitetura, como também pela sua localização estratégica que lhe permitiu entrar nas páginas mais famosas da história deste país. Junto da fronteira entre Portugal e Espanha, a apenas dez quilómetros de Badajoz, esta povoação foi um ponto-chave na Guerra da Restauração, quando as tropas espanholas a ocuparam, em 1658. Um ano depois, aí foi travada uma das batalhas decisivas pela independência de Portugal.

foto

A agricultura, a história e a energia solar deram as mãos num refúgio do país luso, nas margens do rio Guadiana, com a Krannich Solar e a Socalor como protagonistas principais.

Esse ponto geográfico que foi decisivo, há mais de três séculos, para escrever a história de Portugal, volta agora a ser, em 2020, graças a um sol invejável que permite um sistema eficiente de bombagem fotovoltaica isolado como este. 

Agriterra Feria VirtualAgriterra Facebook20 Years Jaba traduçao técnica especializada 4.0Agriterra Twitter

Subscrever a nossa Newsletter

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

agriterra.pt

Agriterra - Informação para o agricultor de Portugal

Estatuto Editorial